8 Janeiro, 2019
Decretamos greve geral nas instituições de saúde do setor público, para os dias 22, 23, 24 e 25 de janeiro, nos turnos da manhã e tarde.

 

A progressão não pode continuar a ser uma ilusão. Por isso exigimos:

  • Medidas para o descongelamento das progressões de todos os enfermeiros, independentemente do vínculo;
  • Atribuição do suplemento remuneratório aos enfermeiros especialistas que ainda não o recebem;
  • Admissão de 1500 enfermeiros em 2019.

Esta luta é de todos e para todos os enfermeiros. Adere à greve.