29 Julho, 2014
Os problemas dos Enfermeiros do CH Alto Ave agravaram-se! Fartos de ser explorados! Fartos de ilegalidades! Exaustos os enfermeiros fazem greve nos dias 5, 6 e 7 de AGOSTO.

 

 

Estarão em greve porque desde fevereiro que se espera pela resposta do Conselho de Administração ao agendamento de uma reunião. Em Julho, o SEP voltou a pedir reunião e elencou os problemas, antigos e novos, que pretende discutir e curiosamente, ou talvez não, tendo em conta que estava agendado um plenário (11/Julho), os enfermeiros foram receptores de uma informação por parte do Conselho de Administração a tenar justificar o injustificável.

Nos últimos meses, os problemas agravaram-se assistindo-se a uma vergonhosa redução do número de enfermeiros por turno, aumentando os ritmos de trabalho de quem fica. Quanto aos horários, a figura da Bolsa de Horas não se aplica aos enfermeiros mas continuam a ser feitos horários com horas positivas e/ou negativas assim como não é justo a gestão dos minutos a mais ou a menos resultantes do “picar o ponto, o pagamento do trabalho extraordinário de forma aleatória sem critério, o gozo das duas folgas/semana não está a ser cumprido assim como o intervalos entre turnos. Aprofunda-se também a precariedade com o prolongamento de contratos a termo quando os enfermeiros estão a fazer face a necessidades próprias e permanentes dos serviços. mantém-se a exigência da integração dos prémios de assiduidade no vencimento. Outra “vergonha” é a redução do valor pago aos enfermeiros nas intervenções cirúrgicas a doentes obesos no âmbito dos SIGIC e a ausência de reforço das equipas de enfermagem nos internamentos de cirurgia.