27 Outubro, 2021
Os enfermeiros portugueses est├úo em greve nacional nos per├şodos manh├ú e tarde de dia 3 de novembro e nos per├şodos noite, manh├ú e tarde do dia 4.

 

O crescente reconhecimento da importa╠éncia da ac╠ža╠âo dos enfermeiros por parte deste e anteriores Governos na╠âo tem tido traduc╠ža╠âo na melhoria das suas condic╠žo╠âes de trabalho.

Pelo contra╠ürio, este Governo tem mantido velhos e criado novos problemas, degradando as condic╠žo╠âes laborais e o exerci╠ücio de direitos legalmente reconhecidos, com impacto direto na qualidade dos cuidados prestados aos cidada╠âos.

 

Os enfermeiros exigem com esta greve nacional

1 | A integrac╠ža╠âo imediata nos mapas de pessoal das instituic╠žo╠âes de todos enfermeiros com contratos preca╠ürios no SNS.

2 | O cumprimento de dotac╠žo╠âes seguras, atrave╠üs da admissa╠âo imediata de enfermeiros respeitando a Norma para Ca╠ülculo de Dotac╠žo╠âes Seguras dos cuidados de enfermagem, bem como a consagrac╠ža╠âo efetiva da autonomia das instituic╠žo╠âes para contratarem.

3 | A concretizac╠ža╠âo da regularizac╠ža╠âo e da abertura de concursos para todas as categorias, Enfermeiro, Enfermeiro Especialista, Enfermeiro Gestor e para as Func╠žo╠âes de Direc╠ža╠âo.

4 | A justa e legal ÔÇťcontagem de pontosÔÇŁ a todos os enfermeiros para efeitos de progressa╠âo na Carreira, nos termos aplicados nas Regio╠âes Auto╠ünomas.

5 | A abertura imediata das negociac╠žo╠âes com vista a uma Carreira de Enfermagem aplica╠üvel de igual modo a todos e que:

ÔÇó valorize todos os enfermeiros

ÔÇó corrija desigualdades, injustic╠žas e discriminac╠žo╠âes

ÔÇó compense o risco e penosidade inerente a╠Ç profissa╠âo, designadamente atrave╠üs de condic╠žo╠âes especi╠üficas de acesso a╠Ç Aposentac╠ža╠âo

6 | Um modelo de avaliac╠ža╠âo de desempenho justo, transparente, exequi╠üvel, que considere as especificidades da profissa╠âo, que promova o desenvolvimento profissional e salarial dos enfermeiros, bem como o reforc╠žo do SNS.

 

Colega, adere a este greve!

(m/t/n/m/t)