7 Janeiro, 2019
Governo não apresentou nova versão de diploma. CNESE exige prévia solução para Descongelamentos.

 

Na reunião negocial de dia 4 de janeiro com a CNESE, o Ministério da Saúde não apresentou nova versão do projeto de diploma em negociação.

O Ministério colocou a possibilidade de consagrar a categoria de Enfermeiro Especialista. Sobre esta matéria a CNESE reafirmou a sua posição, publicamente conhecida: Nada temos a opor à categoria de Enfermeiro Especialista desde que sejam mantidos ou melhorados os atuais 3 “saltos salariais” de 206€ entre as 4 primeiras posições remuneratórias da categoria de Enfermeiro. Isto pressupõe que haja sobreposição de níveis remuneratórios entre as categorias de Enfermeiro e de Enfermeiro Especialista.

A CNESE reafirma, para a continuidade do processo negocial, a imprescindibilidade do Governo apresentar prévias soluções para as questões exigidas e que constituem os objetivos da Greve Geral de Enfermeiros a realizar de 22 a 25 de janeiro (1 dia de Greve “por Região”):

Descongelamento das Progressões (contagem de 1,5 pontos até 31 de dezembro de 2014; que o reposicionamento nos €1 200 NÃO SEJA CONSIDERADO para efeitos de contagem de pontos; aplicar os mesmos critérios aos CIT);

Pagamento do Suplemento Remuneratório aos Enfermeiros Especialistas;

Admissão de mais Enfermeiros (1 500).