4 Abril, 2022
A progressão na carreira é um dos compromissos que a administração do CHUA ainda não concretizou
Estivemos concentrados à porta do Hospital de Portimão a 1 de abril. O Centro Hospitalar Universitário do Algarve é a personificação deste dia das mentiras.

 

Hoje assinalamos o dia das mentiras porque os enfermeiros do Algarve sentem-se enganados.

Desde 2019 foi-lhe prometido um compromisso escrito onde estes enfermeiros iriam progredir na carreira. Mas este centro hospitalar apenas irá contabilizar os anos de serviço a partir de 2018. Significa um ‘apagão’ de décadas de trabalho, dedicação e experiência profissional ao serviço da população. Entre 200 a 400 Euros estão a ser roubados desde o início de 2018, com o agravante de uma carreira congelada desde 2005. Na região do Algarve são cerca de 500 colegas nesta situação.

Pedimos justiça para estes enfermeiros, tendo em conta que noutras instituições do país houve as devidas progressões. Iremos entregar um abaixo-assinado, com mais de 1000 assinaturas, expondo estas reivindicações.

Continuamos a lutar pela valorização dos enfermeiros e da enfermagem.