10 Julho, 2012
O Centro Hospitalar Trás-os-Montes e Alto Douro tem dezenas de Enfermeiros em Contrato Individual de Trabalho. Para assegurar o normal e regular funcionamento do Centro Hospitalar, os CIT, tal como os restantes Enfermeiros em Contrato de Trabalho em Funções Públicas, fazem turnos e trabalho extraordinário.

Nos termos da lei e de orientações do Ministério da Saúde entre outros aspetos, o trabalho por turnos e extraordinário dos enfermeiros em CIT deve ser remunerado pelo DL n.º 62/79, tal como sucede com os em Contrato de Trabalho em Funções Públicas.

Apesar disso o Conselho de Administração do Centro Hospitalar Trás-os-Montes e Alto Douro, não paga.

Mais grave, utiliza-se estes enfermeiros para a quase totalidade das horas mais penosas, tardes, noites, fins-de-semana e feriados, numa atitude discriminatória e de clara exploração.

Mais uma vez, o SEP solicitou reunião ao Conselho de Administração que não responde.

Durante os 3 dias de greve os enfermeiros das várias unidades que compõem o Centro Hospitalar os enfermeiros estarão concentrados num local público em Vila Real e solicitarão uma reunião ao Presidente da Câmara.